Relatar uma invenção | Conict – link

Se você é um pesquisador ou agente de conict e deseja relatar qualquer invenção para executar avaliação de patenteabilidade, você encontrará as etapas a seguir:

1) Complete e envie a forma de divulgação da invenção (IDF).

A forma de uma declaração juramentada, portanto, é solicitada que as informações volcadas sejam confiáveis.

2) Envie o IDF para A área de patente

A- Envie uma confirmação da recepção dos documentos.

B- executar Uma análise preliminar e, em alguns casos, pode solicitar informações adicionais.

c- execute uma análise de patenteabilidade por um técnico especialista em propriedade intelectual na área de conhecimento para que a invenção pertence (esta etapa pode durar entre 45 e 60 dias, uma vez que todas as informações foram recebidas) para determinar se a invenção se encontra Com os requisitos legais exigidos pela lei de patentes de invenção e modelos de utilidade, Lei 24481.

d- A análise de patenteabilidade irá gerar um relatório que avaliará se a invenção é viável a ser protegido pelo sistema de patentes. Este relatório será enviado para o pesquisador para pedir-lhe para nos enviar seus comentários.
Se o relatório for favorável, você será solicitado a todas as informações disponíveis para prosseguir com a formulação do pedido de patente por um técnico de patente especializada.
Se o relatório não for favorável, o pesquisador será solicitado por sua opinião sobre isso. Isso nos dá os argumentos que permitem inverter o relatório e, caso em que a redação do pedido de patente é elaborada. Se os argumentos não são suficientes para salvar as objeções do relatório técnico, considera-se que a invenção não cumpre os requisitos de patenteabilidade.

E- O processo de Elaboração do pedido para a patente requer um tempo variável que esteja sujeito à complexidade do tópico e recebe as informações solicitadas do pesquisador. Esse processo implica uma participação ativa do pesquisador durante o processo de redação e correção do aplicativo.

F- Uma vez a redação, a direção da ligação tecnológica e social concluída processará a apresentação e a acusação do pedido antes do escritório de patentes ou do organismo correspondente.

3) Tipo de invenções que podem ser patenteadas

de acordo com a lei de patentes de invenção e modelos de utilidade ( Lei 24.481 modificada por lei 24.572 a 1996 – Bo 22/3/96), os produtos ou invenções processuais serão patenteáveis, desde que cumpram os 3 requisitos exigidos por lei, nomeadamente do que a invenção seja nova, envolvem a atividade inventiva e são suscetíveis para aplicação industrial.

Considera-se que uma invenção é nova quando não é compreendida no estado da técnica.

é considerado considerado que uma invenção possui atividade inventiva quando o processo creati. VO ou resultado não é seguido do estado da arte, obviamente, para uma pessoa normalmente por uma pessoa com conhecimento médio na área técnica correspondente.

Considera-se que uma invenção tem uma aplicação industrial quando tem uma prática Use.

Por estado da arte, o conjunto de conhecimento técnico que foi feito público no momento da apresentação do pedido é entendido. É considerado publicação de qualquer forma de divulgação oral ou escrita, isso inclui, entre outros a teses, artigos de disseminação científica, apresentações para congressos, artigos jornalísticos, etc.

Em última análise, para que uma invenção seja patenteável deve cumprir Com os três requisitos simultaneamente.

Para os fins da lei, por exemplo, idéias, descobertas, teorias científicas, métodos matemáticos, criações estéticas, atividades intelectuais, justaposição de invenções conhecidas, entre outras.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *