Atualizando JQuery 3.0 | Tanta comunicação, agência de marketing digital

contagem Visualizações de post

Alguns dias atrás Vimos neste blog que JQuery atualizou a versão e, embora estivéssemos Já avançou que não haveria muitos problemas por retração, eles colocaram um guia de atualização e um plugin à nossa disposição para identificar problemas de compatibilidade em nosso código.

Eu decidi tentar e para que vamos Para fazer um projeto com uma carga média do código JQuery, atualize sua versão para 3.0 e veja se encontramos algum tipo de problema e resolvê-lo, se o caso for dado.

Alterando a versão do jQuery

Como vemos na imagem, neste projeto, a versão 1.9.1 do jQuery está sendo usada.

Atualização JQuery 3: Original JQuery Versão: 1.9. 1

No momento Parece que o Google CDN ainda não permanece esta versão, então teremos que carregá-lo do próprio jQuery CDN (embora Mpre nós podemos baixá-lo e adicioná-lo localmente).
<script src="https://code.jquery.com/jquery-3.0.0.min.js></script>

também adicionar o plugin jquery migrate:
<script src="https://code.jquery.com/jquery-migrate-3.0.0.js"></script>

Verificação e corrigir os erros

Abrimos o HTML em nosso navegador preferido e consulte o console das ferramentas de desenvolvimento. Nós vemos como o jQuery migram nos notifica que estamos usando um método obsoleto: jQuery.fn.load().

Erros encontrados pela JQuery migram.

Deploy onde ele coloca e encontre o arquivo exato e a linha de código no qual o método obsoleto está sendo usado. Neste caso, é na linha de 1934 do common.js

linha de arquivo e código onde a função obsoleta é encontrada

Consultamos o guia de atualização e nos diz que os métodos iv id = “3c267453cc” foram excluídos e que, em vez disso, usam a função .on() para a atribuição de eventos.
https://jquery.com/upgrade-guide/3.0/#breaking-change-load-unload-and-error-removed

Portanto, o que tivemos antes,
jQuery(window).load(function(){
...
});

agora eu deveria ser assim :

jQuery(window).on('load',function(){
...
});

Nós esfriamos o HTML que tivemos aberto no navegador e no console os problemas detectados desapareceram.

em resumo, seguindo boas práticas e mantendo um código mais ou menos perto das versões mais recentes do jQuery, a mudança de versão não é muito “traumático”. E graças às duas ferramentas que JQuery nos fornece, podemos analisar um V Issazo os problemas potenciais e resolvê-los de forma mais eficaz.

pd: Isso não leva em conta outros plugins ou livrarias dependem da versão do jQuery, portanto, devemos nos certificar de que estamos usando as versões mais recentes delas e / ou que são compatíveis com o jQuery 3.0 antes de optar pela atualização.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *